Após 5 meses desaparecido, estudante acreano volta para casa; ele não responderá criminalmente, garante delegado

Compartilhe:

Mesmo após ter ficado cinco meses desaparecido, Bruno Borges, 25 anos, não responderá criminalmente pelo sumiço. A declaração foi dada pelo delegado que investiga o caso, Alcino Júnior, durante uma coletiva nesta sexta-feira (11). Ele disse que a família também não será responsabilizada. O estudante, que é do Acre, foi visto pela último vez no dia 27 de março e voltou para casa na manhã de hoje.

“Não tinha um delito praticado, havia uma comprovação de ausência voluntária programada pelo Bruno. Então, como não é crime, ele continuou vivendo esse momento de afastamento da sociedade e encerramos o inquérito, responsabilizando algumas condutas do Márcio Gaiote e Marcelo [amigos de Bruno], por falso testemunho. E também foram indiciados pelo furto de alguns materiais que foi noticiado, inclusive, pela mãe do Bruno”, afirmou.

Segundo informações do G1, Bruno será ouvido na próximo semana. O delegado ainda ressaltou que o jovem não traz nenhuma consequência jurídica. “Talvez tenha trazido uma movimentação social, consequência social, mas não consequência jurídica, até porque o ordenamento brasileiro não vê nenhum tipo de crime para quem se ausenta voluntariamente”, explicou.

Fonte: 010 – noticias ao minuto/g1

Compartilhe:








Comentar

 

 

  A Notícia Mais
 
 Notícias de Jaru e Região
 em Tempo Real!

 
  Rua Rio Grande do Norte
  Setor 02
  Centro - Jaru / Rondônia
  CEP 76890-000
 

 

Contatos

(69) 9238 - 2808

flaviofolha@hotmail



 
 Todos os direitos reservados
 Proibido a reproducao total ou parcial do conteudo
 deste site sem autorizacao dos idealizadores.
 
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Interativas