História da Capoterapia em Jaru e em Rondônia

Compartilhe:

A Capoterapia surgiu em Jaru em 2011, quando a capoterapeuta Patrícia Dias e o Mestre Café, fizeram o curso com o criador da Capoterapia, Mestre Gilvan de Andrade, ele que reside em Brasília e movimenta a Capoterapia atendendo mais de 20 Cras, tendo em média mais de 5.000, 000 adeptos.

O curso foi ministrado na cidade de Ji-Paraná em agosto de 2011. Em seguida, Patrícia começou a dar aula na Associação de Capoeira Raízes de Rondônia, a qual ela preside, mas o sucesso do trabalho deu-se em janeiro de 2013, na Comunidade Kolping de Jaru, quando o presidente da entidade, Reginaldo José Colombo, um adepto e apaixonado por práticas de atividades física, abriu a porta da escola para o Mestre Café e Patrícia, o que foi um sucesso, pois chegaram a atender mais de 100 pessoas, onde até hoje acontece as aulas todas as terças e quintas-feiras das 18 às 19 horas.

Com a expansão do trabalho, Patrícia e Mestre Café fomentaram 5 conferências em Jaru, com a presença do criador da Capoterapia, formando outros capoterapeutas. Ao todo já foram mais 105 cursistas, levando para outras cidades do nosso Estado. Claro que muitos desistem pelo o caminho por falta de apoio de órgãos públicos, mas hoje existe a Capoterapia em Porto Velho, Ji-Paraná, Vilhena, Alta Floresta, Rolim de Moura e Jaru.

A Capoterapia consiste em atividades lúdicas e a som do berimbau, criada em primeiro instante para atender idosos. Hoje, é para todas as idades. Dentro do nosso município acontece aulas em vários lugares, na escola Dayse Mara, Campestre Clube e Apae.

A Capoterapia fica sobre a direção do acadêmico em Educação Física, Valério (Mestrando Da Lua), na Comunidade Nossa Senhora do Rosário com o capoterapeuta Andrécio, na Linha 632 a acadêmica Ângela e na Linha 634 e na 601 pelo capoterapeuta Elton. Já na Igreja Batista Nacional nas segundas e sextas-feiras a aulas fica por conta do Mestre Café e Patrícia, e os mesmos atendem ainda na Associação de Capoeira Raízes de Rondônia às segundas, quartas e sexta-feiras das 19 às 20 horas, aula essas que tem feito diferença na vida de muitas pessoas que viviam no sedentarismo.

A capoterapeuta e também professora em Educação Física, Patrícia, nos conta que hoje ao todo devem ter uma média de 120 alunos, mas que ainda precisam melhorar o trabalho. Em 2015 Patricia e o Mestre Café chegaram a atender um grande público nas praças de Jaru. O projeto partiu da ex-prefeita Sônia Cordeiro, mas durou um total de 8 meses, quando foi afastada e os mesmos foram dispensados, tendo projeto parado.

No próximo dia 17 de outubro,  o Mestre Café e Patrícia estarão representando Jaru e Rondônia em Brasília/DF e Caldas Novas/GO na 13° CBC Conferência de Capoterapia. A conferência acontece uma vez por ano e tem como meta atualizar os capoterapeutas do Brasil inteiro, o que já se somam mais de 800 ativos, assim, trocam experiências e renovam o curso. A conferência começa em Brasília nos dias 18, 19, 20, 21 e 22. E em Caldas Novas já são 500 inscritos para a atualização.

Agradecidos a Deus, Mestre Café e Patrícia não faz menção de quantos relatos ouviram de mudanças de hábitos da população jaruense, pessoas sedentárias que hoje praticam a modalidade com muita alegria.

Fonte: Anoticiamais

Compartilhe:








Comentar

 

 

  A Notícia Mais
 
 Notícias de Jaru e Região
 em Tempo Real!

 
  Rua Rio Grande do Norte
  Setor 02
  Centro - Jaru / Rondônia
  CEP 76890-000
 

 

Contatos

(69) 9238 - 2808

flaviofolha@hotmail



 
 Todos os direitos reservados
 Proibido a reproducao total ou parcial do conteudo
 deste site sem autorizacao dos idealizadores.
 
 
© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Interativas